domingo, 28 de fevereiro de 2010

Loucura vital

       Poluição, barulho, carros, pessoas, animais, chuva, sol, poeira, lama, ruas, casas, prédios, rotina, tédio, sangue. Os ponteiros diariamente se aperfeiçoando na arte de me enlouquecer. Atordoado, estagnado, visão embaçada, procurando um jeito de me manter em pé. Em busca de algo que não sei o que é. Pior que tudo isso é não conseguir viver sem toda essa loucura. Praia e campo o caralho! Preciso de ônibus lotado. Preciso do ar cinza invadindo meus pulmões.
Louco? Quem sabe. E quem não é?

Enfim, amanhã é segunda-feira. Fuja, ou morra.

Um comentário: